O Dia Mundial da Radiologia é também o Dia Nacional do Médico Radiologista

Em 8 de novembro, são celebradas duas datas da especialidade: o Dia Internacional da Radiologia e o Dia Nacional do Médico Radiologista.

A data não foi escolhida à toa: foi nela, em 1895, que o físico alemão Dr. Wilhelm Conrad Roentgen descobriu os raios X.

O feito foi oficializado em 22 de dezembro, quando ele colocou a mão esquerda de sua esposa Anna Bertha Roentgen no chassi, com filme fotográfico, fazendo incidir a radiação oriunda do tubo por cerca de 15 minutos. Revelado o filme, lá estavam, para confirmação de suas observações: a figura da mão de sua esposa e seus ossos dentro das partes moles menos densas.

Sem saber qual o tipo de raio seria capaz de entregar tal resultado, o físico chamou a invenção de “raio X”, sendo o “X” usado para indicar o indeterminado ou desconhecido.

Depois de aperfeiçoar sua descoberta, Roentgen recebeu o Prêmio Nobel de Física, em 1903.

O Brasil celebra seus especialistas

Em dezembro de 2009, o Projeto de Lei nº 6.070, do deputado e médico nuclear Dr. Eleuses Paiva, instituiu a data como o Dia do Médico Radiologista. Em janeiro de 2015, o deputado Juscelino Rezende Filho assinou o Projeto de Lei complementar, solicitando aprovação do Congresso Nacional.

Em 7 de maio de 2015, a então presidente Dilma Rousseff assinou a Lei 13.118 decretando a data, que passou a ser comemorada anualmente em todo o território nacional.

Busca-se, assim, homenagear e reconhecer os profissionais que desempenham funções essenciais na Saúde por meio de realização de exames, análise e interpretação das imagens obtidas, em laudos ou relatórios.

Esses diagnósticos são imprescindíveis para determinar o futuro do paciente – encaminhamento a tratamentos, cirurgias ou outros procedimentos.

E o mundo celebra a especialidade

A partir de 2012, a Sociedade Europeia de Radiologia (ESR), a Sociedade Radiológica da América do Norte (RSNA) e o Colégio Americano de Radiologia (ACR) se uniram para criar o Dia Internacional da especialidade, ou IDoR, da sigla em inglês.

Seu objetivo é aumentar a conscientização sobre o valor que a Radiologia tem para o atendimento seguro ao paciente e melhorar a compreensão do papel vital que os radiologistas desempenham na saúde.

As entidades esperam alertar o mundo para as impressionantes possibilidades médicas, científicas e até artísticas da imagem médica, o papel essencial do radiologista como parte da equipe de saúde em inúmeros cenários médicos e os altos padrões educacionais e profissionais exigidos para todos os funcionários que trabalham em imagens médicas.

Atualmente, a data conta com a plena cooperação e envolvimento da Sociedade Internacional de Radiologia (ISR), bem como de organizações em todos os continentes, incluindo a Sociedade Oceanista Asiática (AOSR), o Colégio Interamericano (CIR), o Colégio Australiano e da Nova Zelândia (RANZCR) e a Sociedade da África do Sul (RSSA), além da Federação Europeia de Sociedades de Radiografia (EFRS).

Sociedades de radiologia nacionais, de subespecialidade radiológica, de radiologistas e de ciências afins de todo o mundo são convidadas a participar, organizando suas próprias atividades. Para manter-se atualizado com os anúncios e eventos, as entidades convidam os radiologistas de todo o mundo a acompanhar a página do IDoR no Facebook.

2017 e a Radiologia de Emergência

A cada ano, um tema é escolhido para ser o foco do IDoR. Em 2017, é a Radiologia de Emergência, para destacar o papel essencial que os radiologistas desempenham na sala de emergência, aumentando a qualidade dos cuidados e tratamento dos pacientes.

A Radiologia de Emergência é jovem como uma subespecialidade no campo de imagem, mas ganhou enorme importância nos últimos anos. As emergências constituem uma parcela substancial de casos radiológicos e requerem um tratamento eficiente e efetivo com diagnósticos e decisões corretos em tempo hábil.

O site do IDoR fornece outras informações, além de disponibilizar livros para download relacionados ao tema.

 

 

WordPress Image Lightbox